terça-feira, 31 de julho de 2012

A MORTE DE CHRIS MARKER

Texto retirado do blog "Modo de usar & Co", de 30 de julho de 2012:


SEGUNDA-FEIRA, 30 DE JULHO DE 2012


Chris Marker (1921 - 2012)



Morreu hoje o cineasta, poeta e escritor francês Chris Marker. Nascido Christian François Bouche-Villeneuve a 29 de julho de 1921, começou sua carreira na década de 40, publicando artigos e poemas na imprensa francesa. No final da década, seu único romance é lançado, Le Cœur Net (Paris: Editions du Seuil, 1949). Seu primeiro filme viria em 1952, intitulado Olympia 52, filmado nos Jogos de Inverno daquele ano em HelsinkiTornou-se mundialmente conhecido em 1962, com o filme La Jetée, que por sua vez inspiraria Terry Gilliam em seu 12 Monkeys (1995). Assim como Arthur Lipsett, já discutido aqui, o trabalho de Chris Marker é de grande interesse para o debate poético, não apenas por seus métodos compositivos no campo visual, como por sua requintada arte textual. Mostramos abaixo três importantes filmes de Chris Marker: Les Statues meurent aussi (com Alain Resnais, de 1953), em seu original francês com legendas em português; La Jetée(1962), com legendas em inglês; e o belo Sans Soleil, de 1983. Todos na íntegra.







Nenhum comentário:

Postar um comentário